Proxy: Cuidado nunca é demais

3
343

16507761_10212412915585909_254775539_n

No início deste ano, o dono do personagem Luzofusco (Royal Paladin, 140), do servidor de Olympa, relatou que foi vítima de hacking após instalar em seu computador recém-formatado um conhecido e bastante utilizado serviço de proxy. Com um prejuízo total de cerca de 8.000.000 gold coins (8KK), Luzofusco contatou os responsáveis pelo proxy através do suporte a usuários, mas deixou de ser atendido tão logo descreveu a situação. Depois de realizar varreduras com dois softwares distintos de combate a ameaças virtuais (Avira Antivírus e Malwarebytes Antimalware), foram identificados alguns arquivos maliciosos classificados como TR/Injector. Segundo a Avira, o termo “TR”:

Refere-se a um Cavalo de Troia que pode espionar dados, violar sua privacidade ou realizar modificações indesejadas no sistema. O arquivo pode ser usado por usuários desonestos ou malware para diminuir as configurações de segurança. (Fonte: Laboratório de vírus da Avira)

Centenas de tibianos, sobretudo brasileiros, há anos precisam recorrer aos serviços de proxy, como forma de combater ou, na pior das hipóteses, amenizar o lag provocado pela alta taxa de ping. A expressão ping refere-se à taxa de latência entre um computador-cliente e um servidor (conexão do seu computador com um servidor do Tibia, por exemplo), que nada mais é que o tempo necessário para que informações sejam enviadas/recebidas entre computador-cliente e servidor. Quanto maior for a taxa de latência, maior será o tempo necessário para troca de informações entre computador-cliente e servidor, o que, no que se refere ao Tibia, pode ocasionar lag, travamentos e até mesmo indesejáveis kicks.

O termo proxy, por sua vez, é utilizado para definir os intermediários entre o computador-cliente e o servidor. Para ficar mais claro, procure imaginar a internet como um imenso emaranhado interconectado de ruas e avenidas com um tráfego alucinante de dados. A troca de informações entre computadores-cliente e servidores acontece dentro de determinadas rotas cujo tráfego e desenho dependerá, geralmente mas não unicamente, da prestadora de serviços de internet. Especificamente no caso do Tibia, existem alguns serviços de proxy, disponibilizados por terceiros, cuja principal promessa é redesenhar/redefinir essa rota entre computador-cliente e servidor, traçando uma via expressa alternativa com tráfego bem mais fluido, reduzindo significativamente a taxa de latência e melhorando a qualidade da conexão dos jogadores com os servidores.

Grande parte dos usuários desses proxies confirmam sua efetividade no que diz respeito à redução do lag e da taxa de latência. Contudo, apesar dos aparentes benefícios que um serviço de proxy pode trazer a nós tibianos, é preciso ter muita cautela. Vários jogadores têm dúvidas, por vezes certa suspeição, quando o assunto envolve o tema da segurança. Nesse sentido, cabe ressaltar que a utilização dos serviços de proxy envolve certos cuidados e riscos. Algumas palavras-chave jamais devem ser negligenciadas por um tibiano precavido:

1 – Desconfiança: Reúna o máximo de informações possíveis acerca do serviço de proxy que você pretende utilizar. Isso pode prevenir eventuais prejuízos causados por hacking.

2 – Atenção: Quando for realizar o download do instalador do proxy, tenha certeza de que não está num site falso/clonado. A instalação de um software malicioso pode transformar seu computador em um zombie (ou uma “peça”) de uma rede botnet que empreende os tão conhecidos e desagradáveis ataques DDoS aos servidores do Tibia.

3 – Segurança: Tenha um programa antivírus instalado em seu computador e mantenha-o sempre atualizado. O antivírus é um grande aliado no que concerne à proteção dos seus dados pessoais e da sua conta.

Como serviço de proxy confiável, recomendamos o TibiaTunnel! Para saber mais sobre o TibiaTunnel e testar grátis por 3 dias, clique no banner abaixo.

tunnelwidget

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Eu uso o mesmo proxy que ele usa. Uma vez só por curiosidade realizei engenharia reversa e consegui abrir o código fonte deles. Não achei nada demais referente a isso, mas achei uma rotina que era possível alterar e receber o proxy gratuitamente antes de cada atualização. Quando tentei contatar o suporte deles pra explicar a situação, fui extremamente mal tratado, como se o atendente não estivesse nem ai, ainda ficou rindo etc. Enfim, não achei nada que fosse “uau”, mas só no atendimento não senti profissionalismo algum neles, e toda confiança é pouca mesmo. Bem maneiro o artigo.